1º DE MAIO: ‘O caráter é de luta pelos direitos dos trabalhadores’

dia-do-trabalhadorO caráter do dia 1º de Maio é de luta pelos direitos dos trabalhadores e, quando falamos em trabalhadores, envolvemos a esmagadora maioria da população brasileira, mulheres e homens no campo, na cidade, na periferia ou nos grandes centros, que dão um duro todos os dias, para ganhar o seu “pão”. Falamos daqueles que com seu suor fazem a riqueza do nosso país, para sustentar suas famílias, nos referimos, em particular, aos trabalhadores do ramo ceramista e vidreiro, formais ou informais, autônomos e trabalhadores dos diferentes ramos profissionais.

Os empresários teimam em classificar os trabalhadores como sendo seus colaboradores, porém, não se trata de manter uma relação de colaboração, e sim de exploração, pagando baixos salários e exigindo cada vez mais produção, neste sentindo, entendemos que fazemos parte da “classe trabalhadora”.

INSPIRAÇÃO

Da vida, da luta, e do sangue dos mártires de Chicago, não surgiu apenas o Dia do Trabalhador, surgiu também a coragem e a força na classe trabalhadora de todo o mundo, e pela participação neste momento histórico, a categoria dos ceramistas e vidreiros também pode se orgulhar.

O 1º de maio representa, antes de mais nada, um dia de luta, por melhores condições de trabalho, por melhores salários, pela dignidade do trabalhador, e principalmente, um marco na história da luta pela redução de jornada de trabalho. Neste ano em particular tem o significado na luta contra o golpe em curso contra a presidenta Dilma Rousseff.

HISTÓRIA

Para homenagear os operários da cidade de Chicago, que em 1886 se levantaram contra as péssimas condições de trabalho, a Segunda Internacional Socialista, ocorrida na capital francesa em 20 de junho de 1889, criou o Dia Mundial do Trabalho, que seria comemorado em 1º de maio de cada ano.

Adicionar Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

loro